RSS2.0


Servidores de computador ameaçam clima do planeta, diz relatório.


Computadores emitem tanto dióxido de carbono quanto a indústria da aviação.Para especialistas, falta uso consciente de servidores na maioria dos escritórios


Um servidor de computadores (sistema que fornece serviços a uma rede de PCs), um veículo utilitário esportivo (SUV) e um avião são os exemplos citados por pesquisadores britânicos para explicar o aumento do aquecimento global. A pesquisa, divulgada nesta segunda (3) pela "New Scientist", mostra que, embora carros e aviões sejam os usuais culpados pela emissão de carbono na atmosfera, os servidores têm participação semelhante na história, embora os responsáveis não saibam disso. Os dados apontam que os humanos têm mais de 1 bilhão de computadores em operação, base instalada que é responsável por cerca de 2% das emissões anuais de dióxido de carbono na Terra. A porcentagem é semelhante à registrada pela indústria da aviação no mundo todo. A pesquisa foi realizada pela Global Action Plan, entidade britânica para a conservação do ambiente, e conclui que o computador na mesa do escritório não traz problemas, mas os servidores que armazenam dados são a grande ameaça. Segundo os especialistas, a maioria dos departamentos instalam servidores com capacidade de armazenamento exagerada. “Estão comprando equipamentos que precisam de energia para funcionar e para serem resfriados, mas sem saber quanta energia isso exige”, disse à "New Scientist" o direto do Global Action Plan, Trewin Restorick.

Trewin reforça que cerca de 30% de energia poderia ser economizada “da noite para o dia”. Segundo ele, 60% dos departamentos utilizam menos da metade do armazenamento disponível em seus servidores, e 37% dizem que armazenam os dados indefinidamente. Segundo o relatório, 86% dos escritórios não sabem qual a taxa de emissão de carbono de suas atividades, enquanto mais da metade nem confere o valor da conta de luz. O relatório “Uma verdade ineficaz” foi apresentado
em Bali, na Indonésia, onde representantes de diversos países se encontram até dia 14 para discutir o sucessor do protocolo de Kyoto, sobre aquecimento global.

0 comentários:

BlogBlogs.Com.Br